<$BlogRSDUrl$>

 

TABAGISTA ANÔNIMO

 

O MINISTÉRIO DA SAÚDE ADVERTE:

As opiniões sobre métodos de parar de fumar aqui apresentadas não seguem critérios científicos ou estatísticos, e podem não fazer sentido para outros indivíduos.

O autor deste site não tem nenhum vínculo com o grupo Tabagistas Anônimos.

 

::F.A.Q. do T.A.::
::Dicas do T.A.::
 
Blogueiros Contra o Tabagismo

Selo do BCT, fundo preto

Selo do BCT, fundo branco

 
links sobre tabagismo
:: e-mail-me ::
 
Rede Tabaco Zero
 
This page is powered by Blogger. Isn't yours?
 

 

-27 de maio de 2004 -

De qual câncer você prefere morrer?

Qual seria sua reação se, ao folhear uma revista popular de variedades, você deparasse com um artigo sobre os prazeres do cigarro, dicas de como degustá-lo melhor, onde encontrar marcas exóticas e apreciadas, quais são as bebidas adequadas para acompanhá-lo, depoimentos de celebridades contando como, quando e onde dão suas baforadas?

Até algumas décadas atrás, uma reportagem assim não seria de causar estranheza nem mesmo ao bispo. Sua Santidade em pessoa, inclusive, não chocaria ninguém se aparecesse fumando em recintos públicos. Mas as coisas mudaram bastante. O tabagismo, antes glamourizado pela mídia, hoje está entre os hábitos mais condenáveis e politicamente incorretos que alguém pode cultivar. Uma reportagem como essa detonaria uma avalanche da cartas inflamadas de leitores revoltados, colocaria a credibilidade da revista em risco, espantaria os anunciantes e, se fosse nos E.U.A., provavelmente seria motivo de processos judiciais.

Pois é praticamente esse o tema de um artigo da seção Guia da última Veja, para citar um exemplo. A diferença é que o tabagismo lá cultuado aparece na forma de charutos.

Não entendo porque essa indulgência. Charutos são tão nocivos quanto cigarros. O fato de o charuto ser tragado em menor intensidade que os cigarros não impede que a vítima absorva nicotina pela mucosa bucal e que fique exposta às mesmas 4700 substâncias tóxicas do tabaco. As taxas de monóxido de carbono em circulação no organismo dos fumantes de charuto são maiores do que nos de cigarro, resultando em menor oxigenação sanguínea. Pode ser que o charuto cause menos câncer de pulmão, mas causa mais câncer de boca. Não sou que estou dizendo; é o INCA. Já para os fumantes passivos, na minha opinião, o estrago do charuto é maior, pois ele faz mais fumaça e é mais fedido!

Por que os charutos foram poupados do forte policiamento antitabagista atual? Conheço até algum famosos militantes anti-fumo que chegam a sugerir charutos como forma de se livrar do vício de cigarros. Deve ser porque morrer de câncer de boca é menos doloroso do que de câncer de pulmão...

Tabac - 19:04

0 Comentários:

Postar um comentário

Link para este post:

Criar um link

<< Voltar