<$BlogRSDUrl$>

 

TABAGISTA ANÔNIMO

 

O MINISTÉRIO DA SAÚDE ADVERTE:

As opiniões sobre métodos de parar de fumar aqui apresentadas não seguem critérios científicos ou estatísticos, e podem não fazer sentido para outros indivíduos.

O autor deste site não tem nenhum vínculo com o grupo Tabagistas Anônimos.

 

::F.A.Q. do T.A.::
::Dicas do T.A.::
 
Blogueiros Contra o Tabagismo

Selo do BCT, fundo preto

Selo do BCT, fundo branco

 
links sobre tabagismo
:: e-mail-me ::
 
Rede Tabaco Zero
 
This page is powered by Blogger. Isn't yours?
 

 

-24 de maio de 2004 -

Direito de Resposta

O povo tem comentado:

Tô desconfiado que voce teve uma recaída. Tô certo?

Na-na-ni-na-não, Bin. O Fumômetro continua atestando a mais pura verdade, nada mais que a verdade: 58 dias de abstinência. Se não estou escrevendo mais com a mesma frequência é por simples falta de assunto. É claro que a vontade de fumar de vez em quando dá o ar da graça, mas logo passa. Agora que a dependência química já passou, não tenho nada muito emocionante para contar-lhes, e o marasmo se instala neste blog de forma quase inevitável. Estou pensando em postar letras de músicas, fazer aqueles testes do tipo "Que personagem do South Park você é'', ou qualquer dessas baboseiras para as quais os blogueiros sem assunto costumam apelar. Que vocês acham?

adorei esse blog pró fumantes!

Como assim pró fumantes, Rosa? Esclareça, por favor. Só se você estiver querendo dizer que o T.A. é pró-fumante na medida em que presta um serviço aos fumantes, ajudando-os a parar de fumar. Ou que eu não tenho preconceito contra fumantes, que os trato como seres humanos normais. Nesse sentido, eu sou um pró fumante. Espero que você não considere que este blog esteja de alguma forma incentivando o ato de fumar, que seja pró-fumar, porque se assim for, ou eu cometi o maior erro de expressão da minha vida, ou você cometeu o maior erro de interpretação da sua!

E quem trabalha e estuda [rodeado de fumantes, suponho], faz o que com os cigarrinhos durante a semana? Beijão!

Quer mesmo que eu responda, Sandrinha? Continua fumando, ué. Fumar é gostoso, relaxa, emagrece, faz descansar...em paz.
Agora falando sério, de fato eu tenho a sorte de não conviver muito com fumantes (embora de vez em quando eu também fique cercado deles), e compreendo que a exposição frequente à fumaça alheia é um obstáculo e tanto para quem quer largar o cigarro, até porque acaba-se fumando passivamente e assim prolongamos a dependência química. Será mais difícil parar nestas circunstâncias, não adianta negar. Mas o que realmente conta é a SUA convicção pessoal. Se você está convencida a parar - e essa é a melhor providência que você pode tomar na vida para melhorar e prolongar sua saúde - o que os outros fazem ou deixam de fazer é o que menos importa. Se onde você trabalha e estuda ninguém fumasse, as coisas seriam um pouquinho mais fáceis, mas só um pouquinho. Você ainda teria de encarar a dura e solitária batalha contra SUA dependência. Uma vez que sua convicção estiver firme, e você demonstrar isso às pessoas ao redor, alguns solidários vão evitar fumar na sua frente, outros sacanas podem até fumar mais e baforar na sua cara, mas tanto os solidários quanto os sacanas estarão lhe dando oportunidades de reforçar sua convicção. Se, por um lado, parar nessas circunstâncias é mais difícil, por outro lado você estará melhor preparada para enfrentar a fase seguinte, que talvez seja mais difícil e mais importante, e é a fase em que me encontro agora: CONTINUAR um não fumante.
O mundo sempre estará coalhado de fumantes, por mais evidentes que sejam os malefícios do cigarro, assim como sempre haverá os caras que trepam sem camisinha, os que dirigem a 180 por hora sem cinto de segurança, os que se entregam às mais diversas práticas autodestrutivas. Não espere que todo mundo acorde para o que é bom e importante, para só então você despertar. Porque esse dia, infelizmente, nunca vai chegar.

Tabac - 20:01

0 Comentários:

Postar um comentário

Link para este post:

Criar um link

<< Voltar