<$BlogRSDUrl$>

 

TABAGISTA ANÔNIMO

 

O MINISTÉRIO DA SAÚDE ADVERTE:

As opiniões sobre métodos de parar de fumar aqui apresentadas não seguem critérios científicos ou estatísticos, e podem não fazer sentido para outros indivíduos.

O autor deste site não tem nenhum vínculo com o grupo Tabagistas Anônimos.

 

::F.A.Q. do T.A.::
::Dicas do T.A.::
 
Blogueiros Contra o Tabagismo

Selo do BCT, fundo preto

Selo do BCT, fundo branco

 
links sobre tabagismo
:: e-mail-me ::
 
Rede Tabaco Zero
 
This page is powered by Blogger. Isn't yours?
 

 

-9 de junho de 2004 -

Post-despedida, mas sem partida

Estou podre. Peguei o que os médicos chamam de 'virose', por falta de melhor definição. Minhas vias respiratórias estão imprestáveis: tosse, espirros, dor de garganta, catarro esverdeado, febre. Estou decepcionado e surpreso. Decepcionado porque inconscientemente esperava que o fato de não fumar mais me deixaria livre desse tipo de problema, o que logicamente não é verdade. E surpreso por imaginar que, se fosse antes de largar, eu estaria fumando agora, mesmo nas condições imprestáveis das minhas vias respiratórias, estaria defumando o catarro, aumentando a tosse e prolongando meu sofrimento, por mais irracional que isso possa parecer! Estaria assinando uma confissão do meu estado de escravidão à nicotina.

E nesses dias em que fiquei sem fazer nada, semi-adormecido debaixo das cobertas, tive uma idéia para um post, que seria 'o' post, o melhor post deste blog, e provavelmente o último.

Penso em compilar num único bloco tudo o que foi relevante para eu deixar de fumar. Vou dedicar algum cuidado a este post, porque ele vai ser minha forma de agradecer a todos os que têm lido e comentado este blog, assim me ajudando a cumprir meus objetivos.

E será provavelmente o último post, ou o último por um bom tempo, porque depois dele terei de certa forma esgotado o assunto do T.A. Não que eu tenha alguma ilusão de que com setenta e tantos dias passei a ser um ex-fumante irreversível, de que resolvi definitivamente meu problema com a nicotina. Mas daqui para frente a vida continua numa rotina sem novidade nesse assunto, e não compensa vir aqui tagarelar qualquer coisa (como estou fazendo agora) só para manter o blog atualizado. Este é um blog com um objetivo claro desde o seu nascimento, e não vou desvirtuá-lo em troca de visitação. Chega um momento que a gente quer se dar a chance de não mais bater na mesma tecla toda hora, e acho que cheguei a este estágio. Parar de falar de fumar deve ser um dos últimos estágios de parar de fumar.

Mas calma, meus queridos, incontáveis e insaciáveis leitores. Não será o fim do T.A. Ele continuará no ar, pois felizmente surgirão novos fumantes embuídos da consciência, auto-estima e força necessárias para trilhar o bom caminho, e o Google direcioná-los-á a estas humildes páginas, que, espero sinceramente, possam ser de alguma valia.

Os leitores antigos ficam avisados de que não será necessário visitar o T.A. com a mesma frequência. Mas prometo que, embora irregularmente, voltarei a escrever sempre que souber de alguma novidade - pessoal ou jornalística - que seja digna de nota. Prometo também continuar visitando os blogs tabagistas e dar a contribuição que estiver a meu alcance para que outros também deixem de fumar.

Tabac - 13:15

0 Comentários:

Postar um comentário

Link para este post:

Criar um link

<< Voltar