<$BlogRSDUrl$>

 

TABAGISTA ANÔNIMO

 

O MINISTÉRIO DA SAÚDE ADVERTE:

As opiniões sobre métodos de parar de fumar aqui apresentadas não seguem critérios científicos ou estatísticos, e podem não fazer sentido para outros indivíduos.

O autor deste site não tem nenhum vínculo com o grupo Tabagistas Anônimos.

 

::F.A.Q. do T.A.::
::Dicas do T.A.::
 
Blogueiros Contra o Tabagismo

Selo do BCT, fundo preto

Selo do BCT, fundo branco

 
links sobre tabagismo
:: e-mail-me ::
 
Rede Tabaco Zero
 
This page is powered by Blogger. Isn't yours?
 

 

-28 de abril de 2005 -

Voltando à Terra

Nestas últimas semanas fiz várias tentativas abortadas de escrever aqui (mesmo este post está passando por um parto complicado, sem garantia de vir à luz).

Seduzido pelos recentes convites à reflexão e por críticas favoráveis à minha capacidade de expressar-me por escrito, que incluíram até a lisonjeira sugestão de transformar este blog num livro, acho que acabei perdendo o foco e enveredando por caminhos que não são os meus, nem os deste blog. Julguei-me apto a elaborar esses aspectos metafísicos/existenciais do ato de fumar, esperando que isso trouxesse uma nova percepção desencadeadora de alguma ação, e de quebra fornecesse algum material para um pretensioso livro.

Mas só consegui chegar a dilemas paralisantes. Se, como disse o Idelber, o vício reproduz-se através da crença de que foi superado, ou como disse Zeno, a gente precisa voltar a fumar para poder reafirmar a atitude altiva de querer parar, com que convicção eu vou marcar um novo Dia D?

O Dia D não existe. Pelo menos não como eu o estava concebendo até agora. O Dia D não é um acontecimento futuro, para o qual devemos nos preparar. O Dia D só se revelará como tal quando já tiver ficado bem atrás no passado.

Então vamos dar um tempo com essa tergiversação toda e fazer alguma coisa, pra variar (variar é o segredo!). Deixemos para os brilhantes colegas de tabagismo bloguístico a tarefa de decifrar como a fumaça em toda a sua evanescência é capaz de escravizar um ser humano. Eles com certeza farão um melhor serviço, que vou acompanhar com atenção, é claro. Aliás, estou começando a me preocupar com a demora da semana 9 da Fenomenologia, ainda mais depois de uma semana 8 tão pontuada por recaídas...

E assim, sem mais nem menos, declara-se o Fumômetro reativado, porque o monitoramento dos acontecimentos nunca será prejudicial. E é só isso que eu prometo por enquanto.

Tabac - 19:31

0 Comentários:

Postar um comentário

Link para este post:

Criar um link

<< Voltar