<$BlogRSDUrl$>

 

TABAGISTA ANÔNIMO

 

O MINISTÉRIO DA SAÚDE ADVERTE:

As opiniões sobre métodos de parar de fumar aqui apresentadas não seguem critérios científicos ou estatísticos, e podem não fazer sentido para outros indivíduos.

O autor deste site não tem nenhum vínculo com o grupo Tabagistas Anônimos.

 

::F.A.Q. do T.A.::
::Dicas do T.A.::
 
Blogueiros Contra o Tabagismo

Selo do BCT, fundo preto

Selo do BCT, fundo branco

 
links sobre tabagismo
:: e-mail-me ::
 
Rede Tabaco Zero
 
This page is powered by Blogger. Isn't yours?
 

 

-13 de março de 2007 -

Drops

  • Catarina, de 13 anos, voltou a dar notícias. Disse que, com a ajuda dos amigos, passou de 60 para 5 por dia, e já experimenta uma gostosa sensação de auto-controle. Parabéns, menina! Você acaba de descobrir que tem o volante da sua escolhas nas próprias mãos, ainda que o passe às vezes para as mãos dos seus amigos. Curta sua vitória, relaxe, torne-se cada dia mais independente, até que não precise mais de nenhum cigarro. Por que só aí é que o trabalho terá acabado.
  • Eu vou seguindo o mesmo caminho da Catarina. Tenho fumado de zero a 3 por dia. E, assim como ela, ainda não concluí meu trabalho. Mas é inegável os benefícios que a adoção de uma certa leveza e tolerância para consigo mesmo é capaz de proporcionar. Coincidência ou não, minha vida sexual deu um salto qualitativo e quantitativo notável.
  • Fui obrigado a reconsiderar aquela cirurgia que eu estive tentando evitar. O transtorno que a patologia me causa hoje não justificaria uma intervenção desse tamanho. Mas o problema tende a aumentar com o tempo, segundo me explicaram os médicos. Então, virou uma questão racional. Aumentar as chances de cura operando enqüanto tudo ainda não está perdido, e acabar de uma vez com os transtornos da patologia - que embora pequenos, incomodam. Quem sabe, eu até possa voltar a correr. Mas, na melhor das hipóteses, eu tenho um longo caminho até lá, passando por 6 semanas com o pé direito imobilizado (o que significa não dirigir, não tocar bateria etc), mais uns meses de fisioterapia.

Tabac - 19:47

6 Comentários:

Anonymous Claudio disse...

Tabac, parece que a formatação do post ficou prejudicada, não? Quanto a cirurgia, acho que seja o melhor negócio. É que sou muito direto em relação a esses tratamentos. Sou favorável a soluções mais práticas, como no caso, a cirurgia. Esse negócio de sofrer a conta gotas é um saco. Um grande abraço

14/3/07 11:55  

Anonymous Viviane disse...

Pois é, o principal Catarina já fez, que é reconhecer o problema e movimentar-se para tentar mudar o panorama atual. Torço muito para que consiga. Esse seu tendão hein... Sei não, talvez seja melhor "entrar na faca" e acabar com tantas conjecturas em torno do pobre. Imagino que sua D. Maria, esteja fazendo promessa, para você parar logo de fumar, perdurando assim as "quantidades e qualidades". Abração e obrigada!

14/3/07 18:15  

Anonymous Artemus disse...

Velho amigo, o mais longo post da historia do CS. Abração.

17/3/07 03:44  

Anonymous Artemus disse...

Catarina é invesossímil com um personagem mal formatado. Fumar 60 cigarros por dia aos 13 anos? E a logística de esconder tudo dos pais, especialmente os odores residuais? E a verba para queimar 200 reais ao mês, de onde vem? Agora, menos verossímil ainda é a estratégia de meu velho amigo Tabac. Redução gradual sem cronograma, sem prazos finais, sem a expectativa e a angústia dos momentos decisivos? É, meu amigo, você é um existencialista sartreano daqueles mais irritantes (no bom sentido, é claro). Daí, como Sartre, você pode me responder: "O inferno são os outros", hahahaha...

21/3/07 14:07  

Anonymous Anônimo disse...

fico contente por ti...

contudo, vejo que um dos visitantes deste blog acha a minha historia algo não provável...eu passo a explikar isso...

os meus pais são pessoas com posses...e por semana me dão o que eu pedir...ou seja...eles todos os meses depositam 300€ na minha conta bancária(eu sou de Portugal, logo trabalho com euros)...e eu uso o dinheiro como quiser...em compras, almoços, saídas á noite...e, sem eles se aperceberem, cigarros...
eu tambem não sou estupida...e na altura em que comecei a fumar tanto era nas férias de verão...em que eu estava desde as 12h da tarde até ás 4h/5h da manha fora de casa...logo não notavam...e quando chegava a casa eles estavam já deitados...
nos dias de aulas, fumo na escola...porque eu não quis ir para um colégio onde as pessoas são snobs...quis ficar num lugar "normal"...portanto, nessa minha escola é permitido fumar, com idade superior aos 16...e como eu tenho um corpo, altura e rosto de mais velha, passo por despercebida...

e assim, nunca foi apanhada...a não ser uma vez, que a minha mãe me perguntou se eu fumava...mas eu respondi naturalmente "nao", como se estivesse já ensaiada...e ela acreditou...

bem, quanto a ti Tabac, fico feliz por fumares menos que eu, e estares quase a deixar...e sei que em breve estarei nessa posição...com nenhum cigarro por dia!

24/3/07 19:17  

Anonymous Freja disse...

Passei para deixar um abraço e desejar uma Feliz Páscoa! Quando a história da Catarina, concordo com o Artemus, se for verdade merece ser objeto de um case científico de dependência extrema em tempo record.
Abraços,

5/4/07 12:37  

Postar um comentário

Link para este post:

Criar um link

<< Voltar